Boas Vindas, Grupo de Estudos

Grupo GEPA

O GEPA é um grupo composto por pensadores que conscientes de sua ignorância estão em busca de aprender com as experiências.A fundamentação do grupo é a de uma psicanálise com a premissa do acolhimento, carecendo de elementos que não podem manter-se tão somente no plano teórico, mas que devem transcender e manifestar-se nas experiências dos vínculos. Isso é o que promove um movimento terapêutico no nível psíquico. Para tanto, mais do que dotes intelectuais, a maturidade emocional é imprescindível.A proposta é de ir para além do nível do saber sobre o outro, para se expandir na dimensão do ser para o outro.

Coordenação: Prof. Renato Dias Martino

Conheça o Site Gepa: https://www.gepa.com.br/

Participe dos Grupos:

Grupo de Estudos em Psicanalise

GRUPO DE ESTUDOS PSICANALÍTICOS: LUDOTERAPIA

Venha fazer parte do Grupo GEPA você também!!!

Apresentação Grupo Gepa – Grupo de Estudos em Psicanálise do Acolhimento
Promoted Post

Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

Tentantes|Gestantes|Maes

Maternidade Real


Por Débora Maciel – Psicoterapeuta

A maternidade real é muito diferente da maternidade apresentada em comerciais de publicidade ou aquela maternidade sonhada. Estas seriam uma maternidade perfeita a qual não é possível existir, pois nelas as mães são perfeitas e, na realidade, a mãe é humana e não super mãe ou super mulher.

Uma maternidade real é onde a mãe cuida de seus filhos, passa tempo estudando sobre maternidade, faz comida, lava, passa, limpa, dá banho, troca, acalma, acalenta, amamenta, brinca, fica com a cria no colo por horas, só porque ela não quer ficar brincando ou assistindo tv e só chora. Na maternidade real a mãe acorda a noite quando o bebê chora, ou apenas para ter certeza que está tudo bem, quando ele dorme bem a noite toda. 

Ela faz dormir, ela aprende a fazer lanchinhos diferentes para que ele tenha uma refeição entre as principais refeições.

Na maternidade real essa mãe também é mulher e chora, tem seus desafios, seus limites, precisa de apoio e carinho, precisa dormir, comer e de um banho. Precisa se sentir gente, ser acolhida, precisa de cuidado. Ela sofre quando não consegue ser mãe, ela sofre quando se sente sozinha, ela sofre por seu bebê.

Na maternidade real essa mãe vai precisar do pai para estar com ela, para apoiá-la, para dar força, para ser seus braços quando ela não puder cuidar de todo o resto. O pai será necessário, nesse primeiro momento, como companheiro da mãe, é nesse momento que ele inicia a paternidade, cuidando da mãe, para que ela possa desenvolver a maternidade de mãe Suficientemente Boa. 

Quem foi que disse que o pai não faz falta!?!?!? Sem o pai a mãe precisa ser muito mais do que ser presente para o bebê, sem o pai a função materna fica debilitada e sem o pai, mãe e bebê terão perdas que repercurtirão no presente e no futuro de ambos.

Para uma criação mínima saudável possível não dá para falar de maternidade sem falar de paternidade. A criança que tiver a falta de um pai ou uma mãe terá um vazio, não dá para negar que esse vazio estará lá e essa criança terá que lidar com isso para que esse vazio cause menos perdas e menos temores e solidão, da forma que for possível para ela.

Ninguém quer estar nessa posição, a perda ou a inexistência de uma das funções ou de ambas causam dores enormes e um vazio impossível de nomear. 

Pior que ser mãe sem pai ou pai sem mãe, filho sem mãe ou sem pai ou sem ambos é tê-los e eles não desempenharem suas funções, se tornando ausentes por algum motivo, isso é cruel para uma criança que anseia e espera a presença, que tem espectativas de tê-los mas não os tem.

A maternidade e a paternidade são coisa séria, não é brincar de boneca não. E desempenhar uma função materna ou uma função paterna não é nada fácil, porém não é impossível quando se quer e se está na relação para se criar e manter vínculos.

Ser mãe ou ser pai não é ser super herói, é sim desempenhar um papel Suficientemente Bom, com mais presença e menos ausência, com mais escuta e vínculos e menos pretensão, com mais realidade de erros e acertos, pedidos de desculpa e tentativas de fazer melhor que da última vez. É ser humano, respeitar e ensinar que somos passíveis de erros e temos limites, que se pode permitir sentir dor e ser imperfeito na tentativa de ser melhor a cada dia.

Crédito da foto: direcionalescolas.com.br

Grupo de Estudos

GRUPO DE ESTUDOS PSICANALÍTICOS: LUDOTERAPIA

Novidade: GRUPO DE ESTUDOS PSICANALÍTICOS: LUDOTERAPIA

Início: 07/07/20 às 10h

Encontro Semanais Online de 1h

Investimento Simbólico de R$70,00 mensais.

Inscrições e Informações: (16) 98220-8272

Coordenadora: Débora Maciel – Psicoterapeuta

Atividades Infantis

Geleca Caseira

Mais uma receita que faz sucesso. Brincar com geleca é divertido demais.

RECEITA GELECA

  1. 250 gramas de cola branca
  2. 2 colheres (sopa) de tinta guache (cor que desejar)
  3. 1 colher (sobremesa) bicarbonato de sódio
  4. 1 copo de água

MODO DE PREPARAR

Primeiro, em um recipiente, misture a água e o bicarbonato deixando a água transparente. Em outro recipiente, misture a cola e a tinta. Agora coloque aos poucos com a mistura de água com o bicarbonato, até que solte do recipiente.

DICAS: 1-Se a sua geleca não está tão flexível, a coloque em um pote no micro-ondas de 5 a 15 segundos (dependendo da quantidade). 2-Para armazenar, guarde em um saquinho plástico ou em um pote bem fechado. 3-Você pode fazer a geleca com uma quantidade menor de cola, apenas se atente a quantidade da mistura de água com bicarbonato.

Aproveita a diversão, e lembre-se de escrever nos comentários sua experiência. Tire fotos e poste nas redes sociais com as #tratamenteblog e #tratamentedeboramaciel, também marque @tratamenteblog e @tratamente.deboramaciel

Crédito (foto): artesanatototal.com

Atividades Infantis

Massa de Modelar Caseira

Inventar com Massinha

Com massa de modelar pode liberar a imaginação. Dá para desenhar, moldar, usar forminhas, moldes e muito mais. Segue uma receita divertida. Faça junto com a criança.

RECEITA DA MASSA DE MODELAR

  1. 2 copos de farinha de trigo
  2. 1/2 copo de sal
  3. 1 copo de água
  4. 1 colher de chá de óleo
  5. Corante alimentício

MODO DE FAZER

Em um recipiente grande, misture bem todos os ingredientes secos. Em seguida, adicione a água aos poucos e amasse bem. Adicione o óleo e misture bem. A massa precisa estar firme e lisa, sem estar grudando. Com a massa pronta, separe em vários montinhos e pingue o corante de cores diferente em cada monte, coloque a quantidade acertando a cor desejada. Para armazenar, guarde em saco plástico ou em um pote bem tampado.

Ótima diversão!!!

Escreva nos comentários sua experiência e publique fotos nas redes sociais com a #tratamentedeboramaciel e #tratamenteblog, marque @tratamenteblog e @tratamente.deboramaciel.

Crédito (foto): armarinhocampogrande.com.br

Atividades Infantis

Slime Caseira

Essa brincadeira todas as crianças gostam. Então para fazer slime de diversas cores e de montão, segue mais uma receitinha.

RECEITA SLIME

  1. Uma xícara (chá) cola glitter ou cola branca
  2. Corante alimentício
  3. Glitter
  4. Uma colher (sopa) Água boricada
  5. Uma colher (chá) Bicarbonato de sódio

MODO DE PREPARO

Misture a água boricada com bicarbonato de sódio, em um recipiente. Em um recipiente separado, misture a cola branca com o glitter, ou utilize apenas a cola com glitter, vá misturando aos poucos o conteúdo dos dois recipientes. Por fim acrescente o corante.

DICA: 1-Use corantes naturais. 2-Guarde em local fresco e arejado. 3-Mantenha em um pote bem fechado ou em saquinho plástico. 4-Não indicado para menores de 3 anos.

Crédito (foto): pinterest.com.br

Atividades Infantis

Atividades para Crianças

Hora da Brincadeira

Segue aqui algumas atividades selecionadas com todo o carinho para que os pais possam conduzir e se divertir com seus filhos. São atividades simples e que podem ser realizadas em casa. Aproveitem!!!!

ATIVIDADE 1 – BARBANTE CEGO

Materiais

  1. Barbante
  2. Papeis

Nos papeis escreva tarefas a serem executadas pelas crianças, pode ser dançar, cantar, gritar, pular, correr, abraçar, beijar, etc. Com o barbante faça um caminho passando por alguns lugares amarrando na altura da criança, cole os papeis com as tarefas no barbante. Agora amarre uma venda nos olhos das crianças e elas serão guiadas pelo barbante até a próxima tarefa ao alcançá-la irá abrí-lo e cumprir a tarefa, fará isso até o final do caminho.

ATIVIDADE 2 – TINTA E ALGODÃO

Materiais

  1. Tinta colorida
  2. Vasilha para colocar a tinta
  3. Algodão
  4. Prendedor de roupa
  5. Papéis

Coloque a tinta em potes cada um com uma cor. Fazer bolinha com o algodão e prendê-lo no prendedor de roupas. Dê para a criança molhar na tinta e pinta no papel.

ATIVIDADE 3 – PÉS DIFERENTES

Materiais

Sapatos de tamanho e modelos diferentes

Colocar em cada pé um modelo ou tamanho de sapado diferente e tentar andar com eles. Pode ser também com os pés trocados.

ATIVIDADE 4 – COORDENAÇÃO MOTORA

Materiais

  1. Gelo
  2. Vasilha
  3. Água
  4. Colher

Colocar os gelos em uma vasilha com água. Dar para cada criança uma colher para que ela tire o gelo mais rápido e em maior quantidade antes que ele derreta.

ATIVIDADE 5 – EQUILÍBRIO

Materiais

Papel

Coloque o papel na cabeça e tente equilibrá-lo andando por lugares diferentes sem deixá-lo cair.

ATIVIDADE 5 – BONECO GIGANTE

Materiais

  1. Papel grande de embrulho ou vários papéis colados mais ou menos do tamanho da criança.
  2. Caneta
  3. Tinta, canetinha de hidrocor, giz de cera ou lápis de cor

Desenhe o contorno do corpo da criança no papel, entre ele a ela e deixe que seja colorido da forma que ela quiser.

ATIVIDADE 6 – PULA-PULA

Materiais

  1. Colchão
  2. Almofadas

Espalhe as almofadas com o colchão no chão da sala e deixe que as crianças pulem de um lado para o outro, à vontade.

ATIVIDADE 7 – TREM VAI E VEM

Nesta brincadeira uma criança fica atrás da outra segurando nos ombros. A criança da frente conduzirá o trem da maneira que desejar e para a hora que quiser, as outras crianças terão que tentar acompanhá-la sem soltar as mãos dos ombros.

ATIVIDADE 8 – MALABARISMO COM BEXIGA

Materiais

  1. Bexigas cheias
  2. Lençol

Segure nas pontas do lençol, pode ser uma criança cada ponta. Coloque em cima o máximo de bexiga que conseguir. Agora tente equilibrá-las sem deixá-las cair.

ATIVIDADE 9 – MENSAGEM INVISÍVEL

Materiais

  1. Limão
  2. Pinceis
  3. Papel
  4. Recipiente

Esprema o limão em um recipiente. Com o pincel as crianças escreverão ou desenharão uma mensagem ou desenho no papel. Com o secador seque o papel antes que o limão seque e a mensagem aparecerá.

ATIVIDADE 10 – ONDAS NA ÁGUA

Materiais

  1. Bacia ou banheira com água
  2. Sementes de feijão

Ir jogando as sementes na água e ver quantas ondas se faz. Dessa forma ver quem consegue fazer mais ondas na água.

ATIVIDADE 11 – ARTE NO PAPEL TOALHA

Materiais

  1. Papel toalha
  2. Caneta hidrocor
  3. Borrifador de água

Faça um desenho no papel toalha com a caneta hidrocor. Depois borrife a água no desenho e espere secar, vendo como cada desenho ficará.

Que vocês possam criar o hábito de brincar com seus filhos. Aproveitem as brincadeiras aqui sugeridas e nos conte como foi nos comentários abaixo. Tire fotos e compartilhe nas redes sociais com a #tratamentedeboramaciel e #tratamenteblog.

Ótima diversão!!!

Credito (foto): pinterest.com.br

Atividades Infantis

Atividades para Bebês 2

Andei pesquisando algumas atividades para bebês acima de um aninho e separei para vocês uma seleção de sugestões que espero que ajudem os pais a se divertirem com seus filhos.

ATIVIDADE 1 – IMITAÇÃO

Os bebês amam imitar, testar e fazer caras e bocas. Olhe para o bebê e faça algo e espere até o bebê fazer também, pode ser um sorriso, mostrar a língua, uma careta, sons, etc. Ele irá se divertir muito, principalmente quando perceber que consegue fazer a mesma coisa que você. Para ficar mais divertido e acionar outras áreas do seu desenvolvimento, faça com ele em frente ao espelho.

ATIVIDADE 2 – PEGA-PEGA

Dá para brincar de pega-pega com o bebê? Dá sim!!! Se seu bebê já anda, você pode correr em direção a ele e dizer “vou pegar”, no começo ele pode correr em direção a você, mas logo que ele entender a brincadeira irá correr em direção contrária para você pegá-lo. Isso ajuda a treinar e fortalecer as perninhas que começaram a andar recentemente.

ATIVIDADE 3 – BOLAS NA CAIXA

Os bebês se divertem muito com essa brincadeira e podem ficar um bom tempo entretido nela. Pegue duas caixas, em uma você coloque bolas de cores, tamanhos e pesos diferente. Agora comece colocando as bolinhas na caixa vazia e diga a ele “vamos colocar as bolinhas aqui”, quando ele já estiver colocando, deixe que ele faça, se ele pegar uma bola e ficar olhando e não quiser colocar dentro, espere e deixe que ele explore. Nesta atividade ele poderá perceber que as bolas são de tamanhos, cores, e pesos diferentes. Outra sugestão é trocar as bolas por objetos diferentes.

ATIVIDADE 4 – PIQUE-ESCONDE

Pique-esconde também é uma atividade que é possível desenvolver com os bebês. Peça para que alguém se esconda e pergunte para o bebê “cadê (nome da pessoa)”, logo você verá ele procurando a pessoa. Esta atividade é uma evolução da brincadeira CADÊ, sugerida em “Atividades para Bebês 1”.

ATIVIDADE 5 – BRINQUEDOS E CORES

Você criará dois espaços próximos, em um colocará brinquedos de uma cor e em outro de outra. Dizendo a cor, comece a pegar os brinquedos e colocá-los junto (exemplo: em um brinquedos amarelos e em outro brinquedos azuis). Perceba que o bebê logo irá repetir, pegando e colocando cada cor no espaço correspondente. Mesmo que ele ainda não saiba as cores, esta atividade fará com que ele se familiarize com elas e reconheça que cada brinquedo possui uma cor diferente. Tente utilizar as cores primárias (amarelo, azul, vermelho).

ATIVIDADE 6 – CABANA EM CASA

Para essa atividade, pegue um lençol grande e coloque sobre a mesa, embaixo da mesa se torna uma cabana onde dentro pode ser o espaço do bebê e ali pode-se brincar, ler historias e até tirar um cochilo.

ATIVIDADE 7 – BOLICHE

Pegue algumas garrafas pet, coloque uma ao lado da outra, coloque o bebê sentado próximo e dê lhe uma bola e diga para ele jogá-la em direção as garrafas. Se você perceber que ele não entendeu direito a brincadeira, faça você primeiro e incentive que ele repetirá depois.

DICA: Se durante as brincadeiras sugeridas o bebê criar outro método de brincar, está tudo bem. Deixe ele ser criativo e soltar a imaginação.

Crédito (foto): facaamolada.com.br

Atividades Infantis

Atividades para Bebês 1

Quando pensamos em bebês muito pequeninos até mais ou menos um ano, podemos achar que eles não sabem brincar e que são muito pequenos para fazer atividades. Mas, ao contrario do que muitos pensamos, eles querem brincar e gostam muito. Claro que podemos desenvolver com eles atividades que se encaixam aos seus movimentos e os motivam.

Com isso separei algumas atividades que podem ajudar os novos pais a interagir com seus bebês até um aninho.

ATIVIDADE 1 – CONVERSAR COM O BEBÊ

Nossa… meu bebê nem fala e tenho que conversar com ele??? SIMMM… Podemos desenvolver uma conversa com o bebê como estamos acostumados a conversar. Comece contando a ele o que você irá fazer, por exemplo, em uma troca de fraldas, no banho, em uma troca de roupas, ou até mesmo sobre como o tempo está e o que está acontecendo. Além de familiarizar o bebê com a fala, você traz segurança dizendo a ele o que está acontecendo ou que irá acontecer. Eles amam e prestam muita atenção a voz de um adulto.

ATIVIDADE 2 – PRODUZIR UM CHOCALHO

Para produzir um chocalho você irá precisar de um pode de plástico, pode ser um frasco de shampoo vazio. Também precisará de semente, pode ser arroz, feijão, ou lentilha. Agora coloque a semente dentro do frasco, tampe bem e comece a brincar. O bebê vai gostar do barulho e levará ele a observar o frasco e o que ele pode fazer. Deixe com ele para que ele possa explorar o que tem nas mãos.

ATIVIDADE 3 – COLOCANDO O BEBÊ DE BRUÇOS

Essa atividade é ótima para que o bebê possa se inclinar e observar o mundo sob uma visão diferente. Pegue o chocalho que produziu e faça barulho com ele em direções diferente, você perceberá que o bebê logo começará a procura o som e o que o causa.

ATIVIDADE 4 – CANTAR E DANÇAR

Ai que brincadeira divertida!!! Pegue o bebê no colo e coloque uma música ou cante para ele. Com ele ainda no colo comece a dançar de um lado para o outro. O som da sua voz o acalma, a melodia gera novas memórias e a dança leva ele a sentir o movimento do seu corpo.

ATIVIDADE 5 – CAIXA DE BRINQUEDOS

Em uma caixa coloque vários objetos, podem ser brinquedos ou não, desde que sejam seguros para ele. Coloque a caixa em sua frente, bem próximo. Deixe ele observar, tocar, tirar os objetos de dentro e até virar a caixa. Ele vai amar explorar cada oportunidade.

ATIVIDADE 6 – CADÊ

Essa brincadeira é muito boa para desenvolver a percepção do bebê. Ele começa a perceber que algo existia e de repente não existe mais, porém logo ele começa a notar que aquilo volta, ou seja, vai e volta. Como a mamãe que vai e volta. Com um lenço, paninho, fraldinha ou as mãos, esconda o rosto e pergunte para o bebê “cadê”. Descubra o rosto de diga “achou”. Você irá perceber que logo ele mesmo puxará o pano ou a mão do seu rosto. Depois comece a esconder o rostinho dele e pergunte “cadê”, descubra e diga “achei”. Quando você perceber que o bebê já compreendeu a brincadeira, comece a perguntar “cadê…” colocando o nome do objeto ou da pessoa, e ‘achou…”. A brincadeira vai ficando cada vez mais divertida.

ATIVIDADE 7 – AS TEXTURAS

Explorar as texturas de coisas é uma brincadeira que desperta a curiosidade do bebê e o faz perceber que as coisas possuem diferenças. Apresente tecidos macios, folha de árvore, casca de árvore, esponja de lavar louça (com dois lados), brinquedo de plástico, etc. Você pode dar dois de cada vez e dizer que um é macio e o outro é áspero, por exemplo. Vá alternando as texturas e aproveite a brincadeira.

Créditos (foto): printerest.com.br

Grupo de Mães

Acolhendo Mães

Mães Reunidas

O grupo Acolhendo Mães se reuni uma vez por semana para conversar sobre os desafios, dificuldades e conflitos da maternidade. Juntas podemos compreender e conhecer muito mais sobre esse mundo divino. Também compartilhamos experiências e vivências.

Nossos encontros acontecem toda QUARTA-FEIRA às 8:30h. No endereço Rua PRUDENTE DE MORAES, 2.160 – RIBEIRÃO PRETO/SP e são conduzidos pela Psicoterapeuta DÉBORA MACIEL.

Toda semana abordamos assuntos diferentes e também recebemos profissionais de outras áreas que trazem assuntos relacionados a maternidade.

São BEM VINDAS as GESTANTES E MÃES DE BEBÊS ATÉ 2 ANOS. Você pode trazer seu bebê para que ele interagir e brincar com as outras crianças.

VENHA PARTICIPAR!!

Para informações, entre em contato (16) 98220-8272.