Conceito

Análise Pessoal para um Psicanalista

Psicanálise do Acolhimento

Por Débora Maciel – Psicanalista/Psicopedagoga

A Análise pessoal é uma das exigências do Tripé da Psicanálise (Análise Pessoal, Estudo das Teorias e Supervisão).
Para um Psicanalista é muito importante fazer Análise Pessoal, pois é ela que dará a maior base para um atendimento psicanalítico. Se a análise do Psicanalista for rasa ou inexistente, o seu atendimento também será raso, sem condições de levar seu paciente a camadas mais profundas do inconsciente. É preciso que ele tenha ido até mais fundo para conhecer o caminho e conseguir estar com seu paciente lá também, compreendendo o quanto é dolorido e que o tempo do paciente é importantíssimo para a expansão da Análise Pessoal.
Infelizmente, hoje se vê profissionais se dizendo qualificado e atendendo sem esse preparo. O que, considero eu, um desrespeito ao paciente, como também, uma certa crueldade, pois o profissional sem as ferramentas necessárias pode causar mais estrago e piorar a situação do paciente.
Outros se julgam tão experientes que acreditam não precisar mais dessa ferramenta e, em algum momento irão travar a análise do seu paciente, pois entrará em conflito com a sua verdade e ele não terá o preparo para lidar com ela sozinho, não conseguindo levar seu paciente além.
Para estar com o paciente de coração nessa caminhada é preciso cuidar de si, é preciso manter o Tripé, é preciso respeitar a si e o seu tempo para respeitar o paciente e o tempo dele.
Para se qualificar Psicanalista o mesmo precisa acreditar na Psicanálise e manter seu tripé em dia, mesmo sendo doloroso, mesmo sendo difícil, caso contrário, não pode se nomear realmente Psicanalista.
.
Faça parte do Grupo de Estudos. Entre em contato.

Boas Vindas, Grupo de Estudos

Grupo GEPA

O GEPA é um grupo composto por pensadores que conscientes de sua ignorância estão em busca de aprender com as experiências.A fundamentação do grupo é a de uma psicanálise com a premissa do acolhimento, carecendo de elementos que não podem manter-se tão somente no plano teórico, mas que devem transcender e manifestar-se nas experiências dos vínculos. Isso é o que promove um movimento terapêutico no nível psíquico. Para tanto, mais do que dotes intelectuais, a maturidade emocional é imprescindível.A proposta é de ir para além do nível do saber sobre o outro, para se expandir na dimensão do ser para o outro.

Coordenação: Prof. Renato Dias Martino

Conheça o Site Gepa: https://www.gepa.com.br/

Participe dos Grupos:

Grupo de Estudos em Psicanalise

GRUPO DE ESTUDOS PSICANALÍTICOS: LUDOTERAPIA

Venha fazer parte do Grupo GEPA você também!!!

Apresentação Grupo Gepa – Grupo de Estudos em Psicanálise do Acolhimento