Conceito, Reflexões

O Tempo

Por Débora Maciel – Psicanalista

O tempo.
Ah o tempo…
Ele vem e vai.
Ele não tem fim.
Ele leva e traz.
Ele atormenta e traz paz.
Ele sossega e apavora.
Ele se faz e se refaz.
Traz medo. Traz amor.
Traz ódio. Traz rancor.
Traz raiva. Traz tristeza.
Traz alegria. Traz perda.
Traz ganho. Traz luto.
Traz liberdade. Traz prisão.
Ah o tempo…
Quem o quer? Quem não quer?
Quem o tem? Quem o retém?
Quem gosta? Quem desgosta?
Quem gostaria que fosse seu, o tempo?
Quem gostaria de ter, seu poder?
Ele constrói. Ele destrói.
Nem tudo é no seu tempo.
Pois tudo tem seu tempo.
Querer nem sempre é poder, pois refém do tempo vai ser.
Lembrar e se esquecer dele depende e sempre irá depender.
Viver, desviver ou reviver seu tempo vai dizer.
Quando se quer, sem querer o tempo é preciso reconhecer.
Respeitar o tempo necessário se torna, para olhar para si despido da memória.
Esquecer muitas se quer e necessita, pois da dor se quer fugir, mas no tempo de cada um, a lembrança retorna para um novo ser descobrir. E, a vida sua viver agora, no seu tempo, sem pressa, sem medo, sem receio, apenas se quer ser quem sempre quis e não era hora.
.
Faça Análise.
Se Permita.
.
Faça parte do Grupo de Estudos. Entre em contato.